defesa de emergência súbita para falha no controle de carga

um caso recente fora do Condado de Delaware destaca uma potencial defesa para uma falha no controle de carga em Ohio. Com o clima muito gelado e nevado que temos tido ultimamente, estamos a ver muitos casos de clientes que enfrentam a incapacidade de controlar as acusações após deslizar sobre o gelo.Em geral, se deslizar para fora da estrada e se deparar com um acidente, o tribunal irá provavelmente concluir que não conseguiu manter um controlo razoável. No entanto, uma defesa potencial é a existência de uma “emergência súbita”. Esta exceção foi reconhecida pelo Supremo Tribunal de Ohio, embora possa ser aplicada apenas em uma categoria restrita de casos.Por exemplo, no Estado v. Thomas, 2014-Ohio-319, o réu estava dirigindo sua caminhonete com um limpa-neves frontal em uma estrada de duas faixas por volta das 3:00 da manhã. O negócio dele era remoção de neve e ele estava a trabalhar na altura. O limite de velocidade era de 55 mph e ele estava dirigindo entre 25 e 30 mph.

entretanto, um caminhão de lixo dirigindo na direção oposta com um arado gigante estava “invadindo” a pista do réu. O réu moveu-se para a direita da sua faixa e dois dos pneus do seu camião saíram da estrada para a relva. Depois que o outro limpa-neves passou, ele tentou virar à esquerda para reentrar na sua faixa. Ele deslizou através da linha central, saiu da estrada, e bateu em um aterro e em uma árvore.Um soldado viu as luzes do réu na vala e aproximou-se. No local, o motorista disse que ele” superou ” e saiu do lado esquerdo da estrada. Em sua declaração escrita, ele também disse que tinha ” acabado.”The trooper wrote him a ticket for failure to maintain reasonable control, a violation of R. C. 4511.202. O Tribunal considerou-o culpado e o réu recorreu.Em recurso, arguido argumentou que ele foi confrontado por uma emergência súbita, não de sua criação e fora de seu controle.A operação sem um estatuto de controlo razoável diz::

“(A) Nenhuma pessoa pode operar um veículo a motor * * * em qualquer rua, rodovia ou propriedade aberta ao público para tráfego de veículos sem estar no controle razoável do veículo * * * “

em Geral, dirigir em uma vala, demonstra uma falta de controlo razoável. No entanto, o Supremo Tribunal de Ohio considerou que se o motorista é vítima de uma “emergência súbita”, seu incumprimento é desculpado. Por exemplo, os tribunais descobriram que a derrapagem numa estrada molhada ou gelada é evitável pelo condutor. As más condições da estrada, por si só, não são suficientes. No entanto, se houver uma verdadeira emergência, a falha de controlo pode ser dispensada.Aqui, o motorista testemunhou que estava ciente das condições de neve e estava dirigindo com cuidado, que ele se mudou para permitir o outro limpa-neves sala adicional, e que só quando ele trouxe seu caminhão de volta para a estrada ele se desviou para o aterro.No entanto, sua declaração anterior sobre a cena de que ele “sobrecompensou” enquanto tentava voltar para a estrada acabou sendo fatal. O juiz acreditou em sua declaração no local ao invés de sua declaração no tribunal e descobriu que ele não enfrentou uma emergência súbita que iria desculpar a sua perda de controle.Se ele não tivesse feito esta declaração no local, este poderia ter sido um caso diferente. Se ele realmente estava dirigindo cuidadosamente para as condições de neve e foi empurrado para fora da estrada, pode ter havido uma viável” emergência súbita ” defesa.Se você foi acusado de não controlar e gostaria de contestar a acusação, ligue para o nosso escritório para falar com um advogado de tráfego Columbus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Related Posts